Sociedade

Facebook não quer avisar 533 milhões de usuários sobre vazamento de dados

Segundo porta-voz, o Facebook não tem plena certeza de quais usuários tiveram seus números de celular vazados

O Facebook não planeja notificar os 533 milhões de usuários afetados pelo vazamento que resultou na divulgação gratuita na internet de dados como número de celular e nome. A justificativa é de que não há plena certeza sobre quais contas tiveram informações vazadas. Além disso, a empresa diz que, mesmo com o aviso, as pessoas não podem fazer nada para resolver a situação.

A informação foi revelada pela Reuters, a partir do relato de um porta-voz do Facebook na quarta-feira (7). Segundo ele, a empresa não pode garantir que tem total conhecimento de quem deveria ser notificado. Ele afirmou ainda que o fato de não haver uma forma para os usuários solucionarem o problema também pesou para a decisão de não exibir os alertas.

Fonte: 

A declaração foi feita um dia depois que o Facebook admitiu ser a fonte do vazamento de dados. A empresa alegou que não houve uma invasão aos seus sistemas, mas indicou que "agentes mal-intencionados" se aproveitaram de uma antiga vulnerabilidade em um recurso que era usado para importar contatos.

As informações teriam sido obtidas por meio de raspagem (ou scraping), uma técnica para coletar dados de forma automatizada. Com o recurso para encontrar amigos na rede social pelos números de celular, era possível fazer o upload de vários números para checar quais deles tinham um perfil.

O Facebook indica que a prática aconteceu até setembro de 2019, quando a brecha deixou de existir. A empresa garante que o vazamento não inclui informações financeiras, de saúde ou senhas.

Fonte: 

www.terra.com.br/noticias/tecnologia/facebook-nao-quer-avisar-533-milhoes-de-usuarios-sobre-vazamento-de-dados,8715be4f98dbac42ba0a897295f76563stq8774b.html