Política

Parceria com Itaipu será fundamental na retomada da economia

Governador Carlos Massa Ratinho Junior se reuniu nesta quinta-feira (18) com a direção da hidrelétrica binacional para avaliar projetos que estão sendo realizados em parceria com o Estado na região Oeste. Ações conjuntas envolvem quase R$ 1 bilhão.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta quinta-feira (18) de uma reunião com a direção brasileira de Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu, e destacou que a parceria entre o Estado e a hidrelétrica é fundamental para ajudar o Paraná na retomada da economia.

No encontro, o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, e o diretor de coordenação, general Luiz Felipe Carbonell, apresentaram um panorama global das parcerias e convênios entre a empresa e o Governo do Estado.

Segundo o relato, a Itaipu fará quase R$ 1 bilhão em investimentos no Oeste do Paraná ao longo de 5 anos, começando em 2019, para promover o desenvolvimento e tornar a região mais atrativa para novos negócios. As ações em conjunto com o Estado envolvem desde obras de infraestrutura até cuidados com o meio ambiente, segurança hídrica, programas de saúde, segurança de fronteira, cidade inteligente, inovação e tecnologia.

“Sem dúvida, esses investimentos concentrados e robustos promovem uma grande transformação no Paraná. A Itaipu é uma empresa amiga do Estado e de toda a população paranaense. Nesta época de pandemia, ainda mais”, enfatizou o governador Ratinho Júnior. “A velocidade das obras está acima do normal e seguem com qualidade. São obras que vão ficar por 30 ou 40 anos atendendo Foz do Iguaçu, os setores de turismo, serviços, novos negócios. É um avanço fantástico para o Oeste”.

O diretor-geral brasileiro fez questão de ressaltar o espírito republicano das parcerias. “Itaipu, diretoria e empregados, ficam felizes em poder ajudar a nossa gente, transformando cada megawatt-hora produzido em legado para a população, construindo uma cidade da qual possamos cada vez mais nos orgulhar, sempre preparados para receber, como é nossa vocação turística, milhares de visitantes de outros lugares”, destacou.

Para o general Carbonell, Itaipu cumpre sua missão ao trabalhar um conjunto de ações com o Estado que promovem a sustentabilidade da região, tanto econômica como socialmente. Ele também garantiu que todas as obras tocadas pela Diretoria de Coordenação serão entregues dentro do cronograma.

PONTE - Após a reunião, houve uma vistoria nas obras da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, que estão em ritmo acelerado. Integralmente financiada pela Itaipu, com gestão do Estado, a segunda ponte vai resolver um gargalo logístico histórico, melhorando o fluxo de veículos e o escoamento de cargas entre os dois países. O investimento é de R$ 323 milhões.

AEROPORTO - Outra obra vistoriada pelo governador e a equipe executiva de Itaipu foi a ampliação da pista de pouso e decolagem do aeroporto de Foz do Iguaçu, iniciada em fevereiro e com previsão de conclusão em abril de 2021. O investimento total de R$ 53,9 milhões conta com 80% dos recursos oriundos de Itaipu. Esses recursos se somam a outro de R$ 15,5 milhões aplicados na duplicação da ligação entre o aeroporto e a BR-469 e na ampliação do pátio de manobras de aeronaves.

“Essa obra é fundamental e permitirá que o terminal receba voos de maior porte, reforçando a vocação turística do município”, frisou o governador ao avaliar a modernização do terminal áereo. Ele também citou a iniciativa Acelera Foz, e disse que a cidade será fundamental para a retomada da economia paranaense depois da pandemia com a atração de turistas, novos negócios e o intercâmbio com os outros países do Mercosul.